science care fisioterapia domiciliar

                                                                                                                                                                                                                                                                      

          

Empresa Especializada em Fisioterapia Domiciliar

EFICÁCIA DO SUPORTE VENTILATÓRIO NÃO INVASIVO NO INCREMENTO DA TOLERÂNCIA AO EXERCÍCIO EM PACIENTES COM INSUFICIÊNCIA CARDÍACA: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

 

A Science Care Fisioterapia oferece atendimento de fisioterapia respiratória domiciliar, com profissionais altamente qualificados, com larga experiência e supervisionados por coordenadores titulados Mestres e Doutores pelas principais Universidades Nacionais e Internacionais.

 

RESUMO

O objetivo do estudo foi avaliar a eficácia da ventilação não invasiva (VNI) na melhora da tolerância ao exercício em indivíduos com insuficiência cardíaca (IC). Realizou-se uma busca sistemática nas bases de dados PubMed/MEDLINE, LILACS, Cochrane, CINAHL, Scopus e Web of Science por ensaios clínicos randomizados e quasi-randomizados. Os descritores foram: 'heart failure', 'noninvasive ventilation', 'positive-pressure respiration', 'interactive ventilatory support', 'exercise test', além das palavras-chave "BIPAP", "CPAP", "IPAP", "EPAP", "NIV" e seus equivalentes em português. Foram incluídos estudos que comparassem a VNI com um nível de pressão ou com dois níveis de pressão a grupos sem intervenção, a outras modalidades fisioterapêuticas sem pressão positiva ou a um grupo sham. Foram selecionados quatro estudos, incluindo pacientes com IC de diversas etiologias. Os quatro estudos foram randomizados e controlados e realizaram o mascaramento dos participantes. No entanto, apenas dois trabalhos realizaram o mascaramento dos avaliadores. Em nenhum dos artigos selecionados foi feita a análise por intenção de tratar e apenas um não utilizou métodos estatísticos adequados. Todos os estudos avaliaram a capacidade funcional e dois avaliaram a dispneia. Os protocolos de intervenção foram heterogêneos entre os estudos, três artigos realizaram uma única intervenção com a VNI. O outro artigo incluído realizou 14 sessões de VNI, sendo realizada a avaliação da capacidade funcional no dia 0, 4, 9 e 14. Devido à baixa qualidade metodológica dos artigos inclusos, não há evidência suficiente sobre a eficácia da VNI no incremento da tolerância ao exercício.

Fisioter. Pesqui. vol.22 no.1 São Paulo Jan./Mar. 2015

 

A Science Care Fisioterapia oferece atendimento de fisioterapia respiratória, com profissionais altamente qualificados, com larga experiência e supervisionados por coordenadores titulados Mestres e Doutores pelas principais Universidades Nacionais e Internacionais. 

Artigos Científicos