science care fisioterapia domiciliar

                                                                                                                                                                                                                                                                      

          

Empresa Especializada em Fisioterapia Domiciliar

EFEITOS DO TRATAMENTO FISIOTERAPÊUTICO NA PRÉ-ECLAMPSIA

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Science Care Fisioterapia oferece atendimento de fisioterapia uroginecológica domiciliar , com profissionais altamente qualificados, com larga experiência e supervisionados por coordenadores titulados Mestres e Doutores pelas principais Universidades Nacionais e Internacionais.

 

INTRODUÇÃO: As síndromes hipertensivas gestacionais (SHG) caracterizam uma gestação de alto risco, ocorrendo em 10% a 22% das gestantes, e estando a ela relacionadas as intercorrências clínicas materno-fetais.

OBJETIVOS: Este trabalho teve por objetivo geral realizar uma pesquisa bibliográfica sobre o efeito do tratamento fisioterapêutico na pré-eclampsia e, em específico, avaliar os efeitos do tratamento fisioterapêutico na diminuição da pressão arterial em gestantes que apresentam fatores de risco para desenvolverem a pré-eclampsia.

METODOLOGIA: Foi realizada uma pesquisa bibliográfica no período de outubro de 2005 a agosto de 2008, tendo como fonte de pesquisas bases de dados eletrônicos, tais como Bireme, Portal da Pesquisa (Capes) e biblioteca particular.

RESULTADOS: Foram encontradas 21 referências, entre livros e periódicos nacionais e internacionais indexados com período de publicação entre 1998 e 2008.

CONCLUSÃO: Foi verificado que a fisioterapia desempenha um papel importante no tratamento das SHG, principalmente naquelas gestantes que apresentam HAS antes da gestação, pois o exercício aeróbico contribui para que os níveis de pressão arterial sejam controlados, e também cabe ao fisioterapeuta orientar quanto a mudanças nos hábitos de vida, a fim de que os fatores de risco sejam diminuídos.

Fisioter. mov. (Impr.) vol.23 no.4 Curitiba Oct./Dec. 2010

Artigos Científicos