science care fisioterapia domiciliar

                                                                                                                                                                                                                                                                      

          

Empresa Especializada em Fisioterapia Domiciliar

AVALIAÇÃO RESPIRATÓRIA E CAPACIDADE FUNCIONAL EM PACIENTES COM AVE CRÔNICO

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

 

Introdução

O acidente vascular encefálico (AVE) resulta em fraqueza dos músculos do tronco e descondicionamento físico.

Objetivos

Avaliar as alterações respiratórias e correlacioná-las com a capacidade funcional de pacientes pós AVE crônicos do Centro Clínico de Fisioterapia da PUC Minas Betim.

Métodos

Foram recrutados 15 pacientes para avaliação respiratória e da capacidade funcional. Foram avaliadas a pressão inspiratória máxima (PImáx), pressão expiratória máxima (PEmáx), pico de fluxo expiratório (PFE), capacidade vital (CV) e a capacidade funcional a partir do teste de caminhada de seis minutos (TC6M). Os resultados foram comparados com os valores de referência utilizando os testes t de Student não pareado ou teste Mann-Whitney. As variáveis respiratórias foram correlacionadas com a distância percorrida no TC6M por meio do Coeficiente de Correlação de Spearman.

Resultados

A amostra apresentou idade média de 58,2 ± 13,4 anos, sendo que o diagnóstico da maioria foi AVE isquêmico e hemiparesia à esquerda. Os valores obtidos foram PImáx (47,722,2 cmH2 O); PEmáx (47,5 20,3 cmH2 O); PFE (351,390,8 L/min); CV (3,00,91 L) e TC6m (222,4101,6 m). Quando comparados com os valores de referência, os valores de PImáx, PEmáx, PFE e TC6M foram estatisticamente menores (p < 0,001). Não houve correlação estatisticamente significativa entre a distância percorrida no TC6M e as variáveis respiratórias (p > 0,005).

Conclusão

Os resultados sugerem que apesar de existir o declínio da força muscular respiratória, do PFE e da CV, esses não se correlacionaram com a capacidade funcional dos pacientes pós AVE crônicos avaliados.

Fisioter. mov. vol.29 no.1 Curitiba Jan./Mar. 2016.

 

 

A Science Care Fisioterapia oferece atendimento de fisioterapia respiratória e neurológica domiciliar para o tratamento de avc, com profissionais altamente qualificados, com larga experiência e supervisionados por coordenadores titulados Mestres e Doutores pelas principais Universidades Nacionais e Internacionais.

 

 

Artigos Científicos